Friday, November 24, 2006

"O Diabo mora nos detalhes"

Engraçado como a vida é feita dos pormenores!
O chocolate quente que bebia naquele café com 15 anos, o som da minha avó a descascar batatas na minha infância, enquanto a ajudava a fazer o meu prato preferido. O cheiro único da sua casa! Os torresmos que eu fingia gostar para ir dar ao gato!
As bombocas com que nos deliciávamos, acompanhadas de um café, eu e tu amiga…lembras-te? E as horas que passávamos ao telefone a estudar História!
A vida é feita de memórias, e as memórias, essas são feitas de pormenores que fazem toda a diferença.
E o mais interessante é que enquanto os vivemos não pensamos nisso, mas são eles que ficam eternizados em nós.
Assim o é também no amor.
O que fica é o cheiro do teu champô, quando acabado de tomar banho me vinhas dar um beijo. Aquele olhar específico que nem sabes que fazias, mas que eu reconhecia sempre. O som do vento nas árvores da varanda da casa onde vivias, e as palavras que ai me disseste uma noite. O sabor da tua pasta de dentes, e até aquela blusa laranja que vestias em combinação com a bordou com que eu gostava de te ver.
Já o dizia a sabedoria do povo: “O diabo mora nos detalhes!”

12 comments:

Anonymous said...

Adorei a foto :) e sim o diabo mora nos detalhes!Apesar de achar que nunca percebi muito bem isso ...!beijinhos e vê la se ficas boa de vez!

Anonymous said...

Adorei o texto...muito bonito Sandra,
principalmente a ligação das memórias de infância com a adolescência e agora já mulher, a camidola bordeaux é linda...com o cheiro a shampoo a dar intimidade necessária, mas nunca invasiva...como invejo o teu bom senso e controle. Obrigada

Sandra said...

Obrigado Tânia... Mas gostava eu muitas vezes de não ter esse controle e bom senso. Tudo o que é demais... e ás vezes quando é preciso gritar e pôr cá para fora, o bom senso e o controle não ajudam nada... Como eu invejo a tua forma impulsiva de ser :) e a tua espontaneidade. É assim, somos diferentes, e acredito que isso nos permite crescer e aprender uns com os outros aquilo que menos temos em nós, e mais falta nos faz. Um beijo grande!

Anonymous said...

Amiga será que podes explicar-me a essência disso do Diabo mora nos Detalhes? Sabes que ando ás voltas desde a TLS!

EROS said...

Um beijo... é o que aqui vim trazer...

Sandra said...

Valter: A expressão tem exactamente a ver com o que aqui falo, nós ficamos presos pelos detalhes, são as pequenas coisas que acabam por ter uma importância estrondosa. "O Diabo mora nos detalhes" exactamente porque não lhes damos muita importância, e no fim são eles que fazem toda a diferença. Mais elucidado?
Beijos

Sandra said...

Eros: Um beijo também para ti! :) E bom fim de semana!!

Anonymous said...

Ya ... pois na minha reflexão diria "Deus mora nos detalhes" ... mas sim No Diabo quando são esquecidos!Ok!Merci!

Sandra said...

Valter: Pois, acho que a questão do "Diabo" é porque são exactamente os detalhes, ou as pontas soltas que nós não damos importancia e depois é exactamente por elas que ficamos "presos" ou que somos descobertos quando não queremos. Hehehe

ana margarida said...

Belas bombocas amiga, é verdade! Hoje já não as há, mas nem por isso os nossos momentos ficam menos doces... gostei muito do texto e da foto! 1000 Bjos

Sandra said...

Pois é amiga... há coisas que são e serão sempre eternas!
:)

André Ramos said...

Gostei das palavras.
:)